7 Dicas para Minimizar o Impacto Ambiental

A sustentabilidade tem vindo a tornar-se cada vez mais importante na atualidade, mas muito mais do que um tópico-tendência, a sustentabilidade é uma prática essencial à sobrevivência do nosso meio ambiente. Siga o nosso guia simples para minimizar o seu impacto ambiental e aumentar a sua pegada verde.

 

Guia simples para minimizar o seu impacto ambiental

 

A luta tem sido cada vez mais intensa e enfrentar a poluição ambiental tem vindo a ser um dos maiores desafios da atualidade, tudo em prol da proteção do ambiente e de uma influência positiva, para que gerações futuras tenham a oportunidade de crescer com um pensamento mais ecológico e consciente.

Felizmente, temos vindo a verificar que esta influência se tem destacado mesmo nas gerações mais velhas e cada vez mais pessoas estão sensibilizadas para o tema num crescente esforço para preservar (e, se possível, aumentar) os recursos naturais do nosso planeta.

A integração de melhores práticas na vida quotidiana de cada um de nós é, agora, mais do que nunca, essencial para que o nosso meio ambiente seja capaz de sobreviver e regenerar-se, sendo possível que os humanos vivam num mundo mais simples e ecológico.

Mas, para tudo, é sempre necessário saber como começar e quais as práticas a adotar. Para isso, criámos este Guia Simples Para Minimizar o Seu Impacto Ambiental, com apenas 7 acessíveis passos a dar, para que o seu dia a dia seja cada vez mais verde.

 

1. Pense verde ao fazer compras

Super simples, não é? Mas, de facto, esta é a maior causa do impacto ambiental: o consumo exagerado e a utilização desnecessária de recursos. A forma mais prática de começar é fazer as suas compras diárias olhando sempre para cada produto e questionar-se de que forma é que esse produto pode impactar o meio ambiente. Adote passos simples, tais como dizer não aos plásticos, e opte por produtos vendidos em embalagens ecológicas (como, por exemplo, de cartão). Ah!, e claro: não se esqueça do seu saco de compras reutilizável.

 

2. Não desperdice água

Nada como começar por pensar na água como sendo o recurso mais precioso e essencial da vida… porque efetivamente o é! Inicie este processo por pequenos e proativos passos que vão fazer toda a diferença: reduza o desperdício de água durante os seus duches e enquanto trata da sua higiene pessoal. Exemplificando: enquanto aguarda a chegada da água quente para o seu duche diário, opte por depositar a primeira água fria num balde. Poderá utilizar esta água mais tarde para limpeza de casa, regar plantas ou outras situações. Desligue também a sua torneira enquanto se barbeia, lava os dentes ou o cabelo.

Também pode poupar água enquanto lava a sua loiça: passe toda a sua loiça com o detergente e acione a água apenas quando necessitar de a lavar. Se utilizar uma máquina de lavar loiça, opte por a ligar apenas quando esta estiver cheia. Ao lavar as suas mãos, desligue sempre a torneira enquanto as desinfeta com sabão, retomando à sua abertura apenas na altura de as enxaguar. Se está em teletrabalho (ou mesmo na rua), compre uma garrafa de água reutilizável e opte por beber água da torneira em vez de água engarrafada, sempre que esta seja própria para consumo. Sabia que a loja Natura dispõe de garrafas 100% portáteis e reutilizáveis? É perfeito! Nada como acompanhar o seu dia com um gesto tão simples quanto beber água da sua própria garrafa.

 

3. Limite o seu consumo de energia

Economizar energia elétrica pode e deve ser uma preocupação constante no seu dia a dia. Inconscientemente, a grande maioria da população tende a gastar muito mais energia do que realmente necessita. Reduzir este gasto adicional contribui tanto para as suas finanças, quanto para o meio ambiente, já que reduz o consumo de recursos naturais para este fornecimento. Pequenos ajustes e alterações na sua rotina podem fazer uma diferença abismal na quantidade de energia que cada pessoa consome. Estas alterações diárias passam por coisas tão simples como: desligar todos os dispositivos eletrónicos quando estes não estão a ser utilizados (exemplo: televisões, exaustores, computadores, etc.), desligar as luzes de casa ou do  escritório quando não se encontra ninguém no local ou quando esses ambientes são favorecidos por luz solar natural. Outra opção viável será a instalação de painéis solares na sua casa ou escritório e utilizar essa energia para as suas necessidades, cumprindo sempre os pequenos passos mencionados anteriormente.

 

4. Reduza e recicle o seu lixo

Um dos passos mais simples e práticos em direção à sustentabilidade e do qual, felizmente, a população já tem conhecimento e formas mais que suficientes para o poder fazer: reduzir a quantidade geral de lixo produzido, reciclando tudo o que puder. Hoje em dia, praticamente tudo é possível de ser reciclado, desde as embalagens de produtos alimentares (pacotes de leite, sacos de farinha, latas, etc.) até aos eletrodomésticos ou à roupa velha que está guardada na garagem. Sabia que a loja Ericeira Surf & Skate dispõe de roupa e calçado produzido a partir de objetos reciclados? Agora, já sabe que o ato de reciclar não está apenas nos objetos do dia a dia, mas também na roupa que usamos!

Para os elementos quase impossíveis de reciclar, tais como produtos que entram em decomposição (por exemplo: cascas de fruta), estes são importantes para ajudar a cuidar do seu jardim ou ervas aromáticas: que tal incorporar um ciclo de compostagem na sua rotina diária em casa? Usufrua de alimentos frescos que podem seguir diretamente da sua horta ao seu prato. Perfeito, não é?

 

5. Opte por meios de transporte amigos do ambiente

Há mil e uma formas de ser uma pessoa amiga do ambiente e optar por meios de transporte mais ecológicos é mais uma prática que é sempre possível de aplicar. Começamos pelo mais simples de todos: vamos a uma caminhada? Andar é uma prática 100% ecológica e saudável de nos deslocarmos, tanto pelos seus benefícios para a saúde e ambiente, bem como pelo fator económico, permitindo ainda conhecer e interagir muito mais com a cidade que nos rodeia. Por isso, sempre que possível, substitua o uso de qualquer outro transporte por caminhadas para percursos mais curtos (por exemplo: até 3km de distância).

Além de poder passear a pé, existem também outros meios de transporte mais amigos do ambiente, e estes incluem: a utilização de bicicleta, de transportes públicos, a partilha de carro com a família, amigos ou colegas de trabalho e até mesmo a utilização de apps de partilha de carro quando os transportes públicos não se encontram acessíveis na sua área de residência ou trabalho.  Outra opção para seguir uma vida mais verde, é optar por comprar ou alugar carros com baixas – ou nenhumas – emissões. Aproveite estas opções de transporte e faça uma visita ao nosso Centro!

 

6. Hábitos alimentares ecologicamente corretos

A alimentação da população em geral tem vindo a mostrar-se como um dos pontos cada vez mais preocupantes para a saúde, sendo que o problema não está só no que se come, mas também no que se coloca no prato e é desperdiçadoSabia que no nosso Centro tem sempre a hipótese de pedir para levar o excedente do seu prato? É um gesto tão simples quanto isto: se sobrar, basta pedir para levar.

Poderá surpreender-se ao saber que o que come tem, de facto, um enorme impacto no ambiente! Com uma simples mudança nos hábitos alimentares, é possível tornar a sua alimentação mais ecológica: comece por reduzir o seu consumo de carnes vermelhas e opte por mais frutas, legumes e carnes brancas, ou até mesmo variar a sua alimentação com opções vegetarianas ou vegan. Quem não gosta de uma boa variação de alimentos?

 

7. Devolva à natureza o que faz parte dela

Tal como devemos evitar o desperdício de água e reciclar o nosso lixo, devemos sempre perguntar e pesquisar sobre a origem dos produtos que consumimos e conferir sempre se os fabricantes não estão envolvidos em ações, por exemplo, contra os animais. Já alguma vez pensou nos produtos que usa no seu quotidiano? Chegou o momento! Existem imensas marcas e lojas que se destacam contra a crueldade animal, nomeadamente, a marca The Body Shop, mundialmente reconhecida pelos seus cosméticos, produtos de beleza e perfumes sem qualquer tipo de crueldade animal.

Enquanto sociedade, dependemos da desflorestação para as necessidades de construção (entre outras), pelo que fará todo o sentido procurar retribuir à natureza tudo o que estamos a retirar, tornando uma prioridade máxima a plantação do maior número possível de árvores ao longo da nossa vida. Assim, uma outra opção viável e perfeitamente exequível é a compra de produtos de empresas ligadas ao reflorestamento nacional e internacional.

Gostou deste conteúdo? Percorra a nossa galeria e veja as nossas sugestões de produtos 100% reciclados, sem crueldade animal e, é claro, amigos do ambiente:

Categorias
Sustentabilidade Vida Saudável
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço