Animais de estimação: 2 benefícios para o desenvolvimento escolar das crianças

A reconhecida frase “o cão é o melhor amigo do homem”  foi estudada e, felizmente, comprovada pela ciência. O CascaiShopping, em parceria com o Centro de Proteção Animal de Cascais, promove uma relação com os animais de estimação e acredita que a mesma pode vir a ajudar as crianças a criar vínculos afetivos, promovendo a interação e o afeto, fatores esses que fazem toda a diferença no seu desenvolvimento pessoal e escolar.

Um estudo online realizado no Brasil a professores, docentes e alunos (dos 5 aos 17 anos) durante o período de confinamento devido à Covid-19, teve o intuito de entender como os animais de estimação interagiam com os estudantes durante o momento de aprendizagem em salas virtuais, e como isso poderia vir a ser benéfico mesmo com o retorno ao ensino presencial. Os resultados são melhores do que o esperado!

 

1.Reduzir Stress e Ansiedade: maior concentração na sala de aula

Do ponto de vista dos professores, a presença dos animais de estimação na rotina dos estudantes, durante a pandemia, ajudou a diminuir o nível de stresse e de ansiedade.

Mais de 80% dos professores acreditam que, com o passar o tempo, um animal de estimação aumenta os níveis de energia das crianças e, consequentemente, sua motivação para aprender.

Para 67% dos auxiliares de educação, a presença de um animal em casa pode melhorar o desempenho académico das crianças devido a uma maior concentração destas nos trabalhos escolares.

Não só os mais pequenos beneficiaram ao ter a companhia de um animal em casa: para 82% dos professores, ver um animal de estimação durante a aula ajudou-os a criar laços com os seus alunos através de conversas mais divertidas e não necessariamente relacionados à matéria a estudar. Além disso, 74% dos educadores revelaram que a interação com um animal ajudou na sua própria saúde mental.

 

2. Solidão, Tristeza: Crianças com animais sentem-se menos sozinhas

Para os pais e professores, a visão sobre a relação de crianças e animais de estimação também se mostrou positiva. 77% disseram que os filhos ficam mais motivados quando seus amigos caninos ou felinos estão por perto e 76% acreditam que o animal em si também foi beneficiado ao ficar com uma atitude mais calma devido a passar mais tempo com as crianças.

A socialização das crianças foi também abordada e 68% dos pais concordam que os animais de estimação ajudaram no relacionamento com seus colegas de escola.

Outro ponto relevante, constatado tanto por pais bem como por professores, foi a afirmação de que ter um animal de estimação em casa certamente ajudou as crianças sentirem-se menos sozinhas. 73% dos pais, inclusive, declararam que a presença do animal é positiva para a saúde mental de seus filhos.

 

Resta saber se a experiência das aulas virtuais, durante a pandemia, pode ter causado uma espécie de revolução que contará com a presença de animais nos novos métodos de ensino. Certamente, para os miúdos (e graúdos) essa solução será muito bem-vinda.

Categorias
Animais Casa Família
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço